InícioTrânsitoTransporte coletivo só deve voltar ao normal na quarta-feira, afirma Sindicato

Transporte coletivo só deve voltar ao normal na quarta-feira, afirma Sindicato

A paralisação realizada no transporte coletivo de Blumenau nesta terça-feira (3) deve continuar pelo restante do dia. Com isso, a previsão é que as linhas afetadas só voltem à normalidade na quarta-feira (4). A informação foi confirmada ao Portal Alexandre José pela assessoria de imprensa do Sindicato dos Empregados Permissionários do Transporte Coletivo Urbano de Blumenau (Sindetranscol).

O movimento desta terça-feira está concentrado no Terminal da Fonte, na Rua Amazonas, no bairro Garcia. Estão afetadas as linhas Rua Araranguá, Bela Vista, República Argentina, Pedro Krauss Sênior, Rua Zendron, Ribeirão Fresco e Rua Itapuí.

Esta foi a terceira paralisação organizada pelo Sindetranscol no ano – e também a com maior duração. A primeira paralisação, realizada no dia 14 de fevereiro, afetou diversas linhas que saiam do Terminal do Garcia e durou cerca de 10 horas. O segundo protesto ocorreu na última quarta-feira (26) e teve duração de 11 horas. Na ocasião, linhas dos terminais do Aterro e Fortaleza acabaram comprometidas.

Novas paralisações não são descartadas pelo Sindicato, que alega que a Blumob, empresa responsável pelo transporte coletivo em Blumenau, “paralisou as negociações com a categoria e tem se mantido intransigente em relação ao atendimento mínimo das reivindicações realizadas pelos funcionários no dia 1º de Novembro de 2019”.

Luan Carlos
Luan Carlos Tamanini é jornalista formado pela Furb (Blumenau-SC). Durante sua formação, fez estágio em veículos de comunicação de caráter educativo, tendo curtas passagens voluntárias por portais esportivos de Blumenau e região. Blumenauense, pai e apaixonado por esportes, atua pela primeira vez no jornalismo profissional como repórter do Portal Alexandre José.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

    error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com