InícioSaúdeCoronavírus: idosos representam apenas 25% dos casos confirmados no estado

Coronavírus: idosos representam apenas 25% dos casos confirmados no estado

Santa Catarina conta com 219 casos confirmados de coronavírus, divulgou o governador Carlos Moisés durante entrevista coletiva realizada na noite desta segunda-feira (30), em Florianópolis. Destes, apenas 46 são idosos (entre 60 e 89 anos) – o equivalente a 25,5% dos casos.

A grande maioria, segundo o governador, são pacientes entre 20 e 39 anos: 86 casos (39%). Também há um grande índice de pacientes entre 40 e 59 anos (73 casos ou 33%). Dois pacientes, por sua vez, tem menos de 20 anos da idade. De acordo com o governador, os números mostram que o isolamento social deve ser seguido por toda a população, e não apenas pelos idosos.

Os idosos também não são exclusividade entre os pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) no estado. Segundo o governador, há registros de pessoas com 32, 34 e 37 anos (dois casos) demandando tratamento intensivo no estado. Ao todo, são 20 pacientes diagnosticados com coronavírus nestas condições atualmente, com uma idade média de 55 anos.

Novos leitos de UTI

Os leitos de UTI tem sido uma das maiores preocupações do Governo do Estado, salientou Moisés. Segundo ele, 118 novos leitos foram instalados em todo o território catarinense nos últimos 15 dias e cerca de outros 700 serão implementados no decorrer do mês de abril. Segundo ele, diversos hospitais se tornarão centros de referência e receberão mais unidades para atender a demanda.

O governador falou também sobre o recebimentos de R$ 14 milhões do Governo Federal, valor que será utilizado no combate à pandemia. Além disso, informou o recebimento de equipamentos e ventiladores para leitos da UTI, bem como de 135 mil máscaras, 600 óculos, 72 frascos de álcool gel, 270 caixas de luva e de mais de 12 mil aventais.

Plano de retomada

Outro tema abordado na entrevista coletiva foi o plano de retomada gradual das atividades econômicas no estado, medida prevista para ocorrer nesta semana mas que acabou adiada devido à prorrogação do isolamento social em Santa Catarina.

Segundo o governador, a Federação Catarinense de Municípios (Fecam) irá trabalhar alinhada ao Governo do Estado – secretárias da Fazenda, Saúde, Agricultura e Desenvolvimento Econômico – e à representantes dos setores produtivos para traçar a melhor fórmula para estabelecer a retomada econômica no estado, trazendo tranquilidade e segurança ao processo e trabalhadores.

Por ora, Moisés voltou a frisar a importância do isolamento social – condição defendida pelo Ministro da Saúde e por diversos líderes, como o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Segundo ele, nenhum país conseguir suportar perfeitamente as condições impostas pela pandemia, sendo o isolamento o melhor remédio para evitar que projeções assustadoras se tornem reais.

Casos por cidade

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com