InícioSaúdeCoronavírus: chega a 9 o número de casos confirmados em Blumenau

Coronavírus: chega a 9 o número de casos confirmados em Blumenau

O prefeito de Blumenau Mário Hildebrandt anunciou em entrevista coletiva realizada na noite desta segunda-feira (23) mais três casos confirmados do novo coronavírus na cidade. Apenas um dos casos já havia sido confirmado pelo governador Carlos Moisés no boletim diário divulgado nesta noite. Com isso, a cidade passa a confirmar com nove casos confirmados.

Os perfis dos novos pacientes diagnosticados com o vírus não foram divulgados na entrevista. Eles se juntam a um casal de 40 e 42 anos; a três homens, de 30, 50 e 72 anos anos; e a uma mulher, de 29 anos. Todos os pacientes se encontram em isolamento domiciliar e não apresentam sintomas graves.

Hildebrandt comentou também sobre o isolamento social imposto pelo Governo do Estado, que será prorrogado em mais uma semana. Segundo ele, o trânsito em Blumenau segue “intenso”, com pessoas ignorando a determinação de isolamento e “passeando” pela cidade ou visitando parentes – incluindo idosos.

Diante disso, o governante voltou a solicitar comprometimento por parte da população, que deverá permanecer em isolamento domiciliar sempre que possível – salvo casos envolvendo saúde ou pessoas que continuam trabalhando.

Alô Saúde

Uma novidade divulgada na entrevista foi o lançamento do “Alô Saúde”, canal de orientação voltado ao coronavírus em Blumenau. Segundo o prefeito, os atendimentos serão realizados por acadêmicos da última fase do curso de Medicina da Furb.

Para fazer uso do canal, o cidadão deverá ligar para o número 156 e escolher a opção número 1. Desta forma será possível sanar todas as dúvidas referentes ao novo coronavírus sem sair de casa – fator decisivo para evitar a propagação do vírus.

Os atendimentos serão realizados entre 7h e 19h. Dúvidas relacionadas a outros problemas de saúde serão sanadas na Opção 2.

Processo de sanitização

O prefeito destacou também a cobrança da população por uma sanitização dos locais públicos da cidade. Segundo ele, não é comprovado que a prática é efetiva contra o vírus. Diante disso, investimentos no respectivo processo sem a comprovação da eficácia são considerados “dinheiro público jogado fora” e não serão realizados por ora.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com