InícioSaúdeCoronavírus: Blumenau contará com quatro barreiras de controle e orientação

Coronavírus: Blumenau contará com quatro barreiras de controle e orientação

Com dois casos confirmados do novo coronavírus e outros 16 considerados suspeitos na cidade, a Prefeitura de Blumenau anunciou novas medidas de contenção ao vírus Covid-19 no município. Entre elas está a implementação de barreiras de orientação e controle em diversos pontos da cidade. Segundo o prefeito Mario Hildebrandt, Blumenau não está sendo sitiada, mas o isolamento segue sendo a principal orientação.

Ao todo, serão implementadas quatro barreiras, que serão controladas pela equipe da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Seterb) e estarão situadas nas Ruas Bahia, Engenheiro Udo Deeke, Via Expressa e BR-470. Cada uma delas atenderá ainda outras duas ruas localizadas nas proximidades, alternando os locais para orientar os motoristas que circulam pela cidade.

Segundo o secretário municipal de Trânsito e Transportes Eder Boron, a operação será iniciada neste sábado (21) e deve contar com o auxílio da Polícia Militar. O 23º Batalhão de Infantaria de Blumenau também foi procurado para auxiliar, mas já possui outras prioridades em meio a pandemia.

Boron destacou ainda as barreiras feitas em outros municípios, que devem impactar consideravelmente a movimentação de veículos que entram ou saem de Blumenau. Além disso, ressaltou que outros municípios não deverão aceitar a entrada de veículos com placas de Blumenau, uma vez que a cidade já possui casos confirmados.

Apesar disso, a circulação de caminhões de carga de equipamentos e alimentos segue liberada – bem como a de veículos fretados para o transporte de funcionários da indústria, que segue com permissão para operar em Blumenau.

Boron anunciou também a criação de quatro linhas de ônibus para o transporte de trabalhadores da área da saúde em Blumenau. Segundo ele, as quatro linhas – que vão sair do Garcia, Velha, Fortaleza e Itoupavas – vão operar em seis horários diferentes e farão o trajeto até os três hospitais da cidade: Santo Antônio, Santa Catarina e Santa Isabel.

Apenas trabalhadores da saúde poderão fazer uso das linhas, que serão administradas pela Blumob. Para isso, deverão portar um documento de identificação. Os ônibus, que serão constantemente higienizados, devem começar a circular na segunda-feira (23) e passarão por cerca de 50 ruas da cidade.

Procura por médicos

A Prefeitura anunciou também a abertura de chamada de 25 profissionais da área da saúde para apoiar no combate ao coronavírus. Os interessados deverão buscar o setor administrativo do município. Segundo Hildebrandt, estes profissionais serão essenciais na linha de frente no combate ao vírus, uma vez que diversos profissionais que integram o grupo de risco deverão ser realocados ao chat de atendimento que deverá ser lançado pela Prefeitura na quarta (25) ou quinta-feira (26).

O chat, que será disponibilizado no site da Prefeitura, permitirá um atendimento online à população, que poderá tirar dúvidas sobre eventuais sintomas e condutas com profissionais da área da saúde. Acadêmicos do último ano de Medicina da Furb também deverão auxiliar no atendimento. O objetivo é evitar que a população saia de casa sem a real necessidade.

Além disso, a Prefeitura anunciou que a estrutura dos centros de referência está praticamente finalizada, faltando apenas a instalação de barracas que serão cedidas pelo Exército. Os atendimentos devem começar na próxima segunda-feira (23) entre 7h e 19h.

O prefeito anunciou também que a vacinação contra o H1N1 também deve começar nesta segunda-feira. Inicialmente serão vacinados idosos que estão internados nos hospitais e que vivem em casa asilares, bem como os profissionais de saúde. O objetivo é atender toda a população de forma gradativa e sem criar aglomerações até o dia 15 e abril.

Distribuição de água e coleta de lixo

Dois tópicos essenciais para a população também foram tópicos da entrevista: a distribuição de água, que registrou problemas durante o dia, e a coleta de lixo. Segundo o prefeito, problemas estruturais em um equipamento da Samae e o uso excessivo de água por parte dos moradores foram essenciais para a falta de água em alguns pontos da cidade. Diante isso, recomendou-se que a população evite lavar carros, muros e calçadas, vindo a economizar água.

A coleta de lixo segue mantida normalmente, afirmou Hildebrandt. Porém, foi apalavrado que os funcionários responsáveis serão dispensados dos serviços em dias de chuva, assegurando assim a saúde dos mesmos.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com