InícioSaúdeCoronavírus: Blumenau chega a 15 casos suspeitos e prefeito destaca importância do...

Coronavírus: Blumenau chega a 15 casos suspeitos e prefeito destaca importância do isolamento

Blumenau descartou um caso e registrou dois novos casos suspeitos do novo coronavírus nesta quinta-feira (19), informou o prefeito Mário Hildenbrandt em entrevista coletiva realizada no Salão Nobre da Prefeitura. Com isso, a cidade passa a contar com 15 casos suspeitos e 3 descartados.

Apesar dos casos suspeitos e dos boatos, Blumenau segue sem nenhum caso confirmado do novo vírus. Segundo o secretário municipal de Saúde Winnetou Krambeck, alguns dos pacientes registram problemas respiratórios e gripe, mas é necessária a resposta dos exames realizados para confirmar um quadro positivo.

A demora nos resultados voltou a ser tópico na entrevista. De acordo com o prefeito, a cidade está buscando alternativas para os exames de comprovação, uma vez que o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) de Santa Catarina está congestionado e não consegue atender a demanda de exames – o que dificulta as ações da Prefeitura, que só consegue agir com base em informações oficiais.

Caso confirmada a contratação, os exames deverão ser usados para avaliar os profissionais do ramo da saúde que apresentam sintomas do novo coronavírus. Para Hildenbrandt a ação é fundamental, uma vez que os médicos e enfermeiros se encontram na “linha de frente” na batalha contra a pandemia.

Os exames, porém, não serão realizados em todas as pessoas que apresentam suspeitas, frisou Krambeck. Segundo ele, os blumenauenses devem permanecer em isolamento e só procurarem auxílio médico se apresentarem um quadro mais grave. Nessas situações o exame deverá ser realizado. Caso contrário, o cidadão estará apenas se colocando em risco.

O prefeito também voltou a frisar a importância do isolamento social para evitar a propagação do vírus pela cidade. Segundo ele, diversas pessoas foram vistas caminhando pelas ruas nesta quinta-feira, prática que contraria o determinado pelo Governo.

Para combater estas ações, a Prefeitura anunciou que irá contratar carros de sons para circularem na cidade dando orientações à população. “A quarentena é um momento de isolamento, e não para encontros com amigos ou um tipo de férias”, frisou Krambeck.

Ainda no tópico de isolamento social, foi anunciada a suspensão das visitas nos hospitais de Blumenau pelos próximos sete dias – prazo que pode ser prorrogado caso necessário. Os acompanhantes seguirão permitidos, desde que tal necessidade seja comprovada pelos médicos.

Notícias Falsas

Outro tópico lembrado durante a entrevista foram as notícias falsas disparadas nas redes sociais. Segundo o prefeito, foram registrados dois boatos nesta quinta-feira: um deles diz respeito à instalação de um hospital de campanha no colégio Machado de Assis e a outro fala sobre criminosos transvestidos de profissionais da saúde visitando residências para realizar assaltos. Nenhuma das informações é verdadeira.

Segundo ele, é importante que a população busque saber a veracidade das informações junto aos meio de notícias confiáveis e aos órgãos governamentais antes de as compartilharem, já que as notícias falsas colaboram para um cenário de pânico.

Trânsito

A Prefeitura confirmou estar analisando disponibilizar meios de transporte exclusivos aos profissionais de saúde que trabalham nos hospitais. Para isso será realizado um levantamento de onde eles residem para que sejam feitos itinerários de ônibus. As paradas finais serão os hospitais da cidade, e os profissionais só poderão entrar no ônibus caso apresentem seus crachás.

Outro tema relacionado ao trânsito foi o fretamento de ônibus para que as indústrias transportem seus funcionários. Segundo Eder Boron, secretário municipal de Trânsito e Transportes, a ação é permitida, uma vez que o Decreto do Governo prevê que as indústrias sigam funcionando durante a quarentena.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com