InícioGeralBlumenau já registrou mais de 350 focos do mosquito da dengue em...

Blumenau já registrou mais de 350 focos do mosquito da dengue em 2020

Foram encontrados 359 focos com larvas do mosquito Aedes Aegypti neste ano em Blumenau. No mesmo período de 2019, haviam 62 focos registrados. A área infestada compreende principalmente os bairros Centro, Itoupava Seca, Velha, Victor Konder e Vila Nova, que somam cerca de 21 mil imóveis. As equipes dos agentes de combate a endemias têm aumentado as visitas e intervenções nestes locais.

A informação foi divulgada pela Prefeitura de Blumenau na manhã desta sexta-feira (6) durante a primeira reunião da Sala de Situação, responsável pelo planejamento e gerenciamento de ações de combate a dengue. Os trabalhos são realizados em conjunto por secretarias municipais e outros órgãos públicos, coordenados pela Secretaria Municipal de Promoção da Saúde (Semus).

Blumenau é o centésimo município na lista de cidades de Santa Catarina que foram decretadas infestadas. A Coordenadora do Programa de Combate a Dengue, Eleandra Casani ressalta a importância de a população fazer sua parte. “As pessoas precisam entender que esse é um trabalho que deve ser realizado de forma conjunta entre o poder público e os cidadãos. Todos precisam colaborar para eliminar a possibilidade do mosquito se reproduzir”, afirma.

Desde janeiro, o município vem intensificando o trabalho de combate aos possíveis criadouros do mosquito, bem como o de prevenção e orientação da população. Alem da contratação de 19 novos agentes de endemias para o monitoramento de pontos e focos, as visitas em parceria com soldados do 23º BI são constantes na cidade. A equipe deve iniciar ainda a aplicação de produtos químicos nas áreas infestadas, na tentativa de eliminar o mosquito.

Como eliminar criadouros

– Elimine água parada de todos os recipientes;
– Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usá-los, coloque areia até a borda;
– Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;
– Mantenha lixeiras tampadas;
– Deixe os depósitos d’água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;
– Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;
– Trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana;
– Mantenha ralos fechados e desentupidos;
– Lave recipientes com depósito de água, como potes de comida e água dos animais, com escova ou esponja e detergente, no mínimo uma vez por semana;
– Se for necessário que o recipiente fique com água, como no caso de ralos, utilize hipoclorito;
– Retire a água acumulada em lajes;
– Dê descarga, no mínimo uma vez por semana, em banheiros pouco usados;
– Mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;
– Evite acumular entulho, pois ele pode se tornar local de foco do mosquito da dengue.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

    error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com