InícioGeralVídeo: Antonella recebe terapia gênica nos Estados Unidos e passa bem após...

Vídeo: Antonella recebe terapia gênica nos Estados Unidos e passa bem após infusão

A notícia que muita gente aguardava nesta quinta-feira (13) finalmente chegou. Antonella Garcia Cunha Moro, de Blumenau, portadora de Atrofia Muscular Espinhal (AME) tipo 1, recebeu a primeira terapia gênica do mundo indicada para o tratamento da doença e passa bem. A infusão do Zolgensma começou no período da manhã e foi concluída à tarde, nos Estados Unidos.

Pelas redes sociais, a mãe da menina, que está internada no Hospital Rainbow Babies & Children’s, no Estado de Ohio, transmitiu a notícia aos milhares de seguidores que a criança conquistou na internet. Às 10h, foi marcada uma corrente de oração. Por volta das 15h30min, um vídeo postado pela família já mostrava a paciente, após o procedimento. Veja a gravação:

Ainda não há previsão de alta, pois a equipe de Otorrinolaringologia da unidade encontrou alguns granulomas na traqueia de Antonella, que precisarão ser removidos por cirurgia. Isso pode estender a permanência da menina no hospital, mas é um procedimento necessário, porque isso compromete a passagem de ar.

Pai, mãe e filha embarcaram no dia 4 de fevereiro, depois de uma campanha que arrecadou R$ 11,157 milhões – dinheiro suficiente para as despesas médicas e o deslocamento. Desde então, Antonella foi submetida a uma série de exames, que indicaram que ela estava apta a fazer o procedimento.

Terapia gênica

Por ser uma terapia gênica, o Zolgensma fornece uma cópia funcional do gene SMN humano para deter a progressão da doença através da expressão contínua da proteína SMN. A medicação é administrada em uma única infusão intravenosa, criada para manter os efeitos a longo prazo.

Em entrevista à revista Veja, o presidente da AveXis (empresa responsável pela venda), Dave Lennon, disse que há pacientes com AME que receberam a medicação e estão sendo monitorados há mais de quatro anos. “As crianças tratadas com Zolgensma alcançaram marcos motores nunca antes vistos na história da doença, incluindo sentar, falar e caminhar, sem que houvesse diminuição do efeito quase quatro anos após a administração do remédio”.

Ainda de acordo com Lennon, no longo prazo a empresa não observou nenhuma regressão nas conquistas da função motora de seus pacientes, que hoje estão com quase 5 anos de idade. No Brasil, o tratamento padrão é feito com o Spinraza, da Biogen, também de alto custo e recém-incorporado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O medicamento é ministrado por meio de aplicação de seis doses no primeiro ano e três doses por ano pelo resto da vida ao custo de R$ 145 mil cada dose.

Jamille Cardoso
Jamille Cardoso é jornalista formada pela Univali (Itajaí-SC), com 15 anos de experiência na área. Atuou em assessoria de imprensa, programas de rádio, mas foi ao telejornalismo que dedicou mais tempo (12 anos no total), com passagens por emissoras afiliadas a Globo, Record e SBT. Blumenauense, mãe e repórter da Massa FM Blumenau.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

    error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com