InícioGeralPrefeitura de Blumenau decide manter pets no Ramiro por, pelo menos, mais...

Prefeitura de Blumenau decide manter pets no Ramiro por, pelo menos, mais 30 dias

A Prefeitura de Blumenau decidiu prorrogar por mais 30 dias a liberação dos animais de estimação no Parque Ramiro Ruediger. O acesso está permitido, todos os dias da semana, desde 7 de janeiro, quando começou um período de testes para verificar como seria a adaptação dos pets, que antes só podiam acessaro local no último final de semana de cada mês.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, o prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt anunciou a medida nesta sexta-feira (7). “Tivemos alguns desafios durante esse período que passou, estamos cientes de todos eles e acreditamos que a inclusão é sim importante e por isso decidimos manter a liberação nesse mês de fevereiro ainda como teste”, escreveu.

Ainda de acordo com o comunicado, durante este período, a equipe do Cepread estará no Parque com os monitores para conversar com a comunidade. É obrigatório que o animal esteja na guia, com focinheira para cães de raças maiores ou mais agressivas e também é indispensável que cada responsável limpe a sujeira do seu pet, além de manter em dia a carteira de vacinação.

Medida divide opiniões

O próprio prefeito de Blumenau admitiu ter recebido reclamações. “Tivemos relatos não muito felizes de ocorrências por falta de guia e principalmente fotos de fezes que não foram colocadas no lixo. Mas recebemos também muitas fotos lindas de inclusão e famílias felizes durante seus passeios no Ramiro. São mais 30 dias de teste. Se o cenário da não colaboração e da irresponsabilidade se mantiver, haverá sim a proibição”, declarou Mário.

Uma moradora de Blumenau, que prefere não se identificar, procurou o Portal Alexandre José para relatar uma situação desagradável vivida por ela e sua família no Ramiro no último domingo (2). “Eu e minha família – incluindo uma criança de quatro anos – estivemos no Parque para realizar um piquenique, porém tivemos que interromper por causa de cachorros vindo até nós e pisando nos alimentos, na toalha, derramando sucos e pisando em tudo que viam”, contou.

“Os donos dos animais nada fizeram. Minha filha assustada e frustrada com a situação começou a chorar. Eu já tinha visto algumas pessoas reclamando no Facebook por ocorrências parecidas. Acredito que possa haver um meio termo para uma possível convivência, como delimitar espaços para os cachorros, porque nem todos são obrigados a se relacionarem com os animais. Regras devem ser criadas urgentemente”, disse a mulher.

Jamille Cardoso
Jamille Cardoso é jornalista formada pela Univali (Itajaí-SC), com 15 anos de experiência na área. Atuou em assessoria de imprensa, programas de rádio, mas foi ao telejornalismo que dedicou mais tempo (12 anos no total), com passagens por emissoras afiliadas a Globo, Record e SBT. Blumenauense, mãe e repórter da Massa FM Blumenau.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

    error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com