Início Emerson Luis Esporte: Salto do Norte representa o estado em competição nacional "amadora", por...

Esporte: Salto do Norte representa o estado em competição nacional “amadora”, por Emerson Luis

Será a final da Taça Kaiser de futebol amador.

Que de amador, há tempos, não tem nada.

Não só na grama, nas quadras.

Em qualquer torneio organizado, o que menos se vê é amadorismo.

De dar inveja a muitos clubes ditos profissionais.

Vide o Torneio de Verão de Futsal.

O investimento é pesado.

Nessa edição, em Indaial, tem time injetando cerca de R$ 80 mil no elenco.

Em 15 dias de competição.

A conta já foi mais salgada.

Teve um ano que parceiros aqui de Blumenau e da região gastaram cerca de R$ 150 mil.

Trouxeram a base de uma equipe catarinense.

Contrataram medalhões.

Currículo de seleção.

Casa para alojamento.

Treinos diários.

Uma despesa alta.

E o título não veio.

Faz parte.

Não deveria.

Torneio de Verão de Futsal de Indaial está na 35ª edição. Foto: Divulgação

No outrora chamado “futebol de várzea” não é diferente.

Em novembro, quando da conquista do título da etapa regional, o Salto do Norte investia no elenco de R$ 3 a 4 mil por jogo.

Pouco, se comparado a rivais de Pomerode, por exemplo, que bancaram o dobro desse valor, no mínimo.

E também não chegaram.

Como todos os custos em BH serão free, ficou acertado que cada boleiro vai receber R$ 200 por partida.

O “bicho” pode chegar a R$ 500, em caso de título.

Salto do Norte foi o campeão da Liga Kaiser em 2019. Foto: Giovanni Silva

A delegação embarca para Belo Horizonte no próximo dia 24.

Vai direto para o Complexo Esportivo do Sesc.

Estrutura top. 

Com campo oficial. 

Arquibancada para dois mil torcedores. 

Padrão FIFA. 

Que recebeu seleções para a Copa das Confederações de 2013 e a Copa do Mundo de 2014.

Alimentação, hospedagem, piscina, confraternização, resenhas, jogos…

No mesmo local.   

Tudo pago pela patrocinadora da competição.

Inclusive as passagens aéreas.

23 bilhetes para ser mais exato.

Não dá para reclamar.

Estrutura do Sesc em Belo Horizonte é padrão FIFA. Foto: Divulgação

O Salto do Norte terá na capital mineira 21 jogadores, o treinador e o supervisor.   

Entra em campo no dia 25 (sábado) e se tudo der certo, dia 26 (domingo), na final.

Só que a vida do time blumenauense não será fácil.

Logo de cara, no mesmo dia, duas partidas.

Às 10h contra o América de Uberlândia MG.

E às 18h diante do Gaúcho de Santa Cruz do Sul RS.

Se vencer faz a decisão no dia seguinte.     

Ivan Florentino, o treinador, está confiante.

Mas calejado, sabe que os adversários têm mais bala na agulha.

No caso, grana para contratar boleiros, recém aposentados ou até em atividade no futebol profissional.

Trieste foi o campeão em 2019. Foto: divulgação

O Trieste de Curitiba fez isso ano passado.

Time de empresários.

Montou uma seleção.

Sobrou na final.

Tocou 5 x 0 no Atlético Itoupava.

Léo Gago estava na decisão do Couto Pereira e fez a diferença.

Na hora H, a disparidade física e tática entre atleta e boleiro se evidencia.

Assim como o tamanho do agrado.

Fico na torcida pelo Salto do Norte.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

Coronavírus: Prefeitura de Blumenau vai ampliar número de leitos hospitalares

Na coletiva de imprensa no final da tarde deste sábado (28) com o boletim diário das ações de prevenção e combate ao coronavírus, a...

Gaspar vai adotar ensino à distância para alunos da rede municipal

A exemplo do que fez a Prefeitura de Blumenau, a Secretaria de Educação de Gaspar também vai oferecer atividades à distância para...

Arquitetura: o glamour das lareiras na composição de interiores, por Val Araújo

Olá! Hoje vamos falar sobre lareiras na arquitetura de interiores. Antes utilizada para aquecer do frio, hoje ela tomou espaço como peça...

Defesa Civil lança canal de doação de materiais para enfrentar o coronavírus

Para arrecadar materiais fundamentais para ações de combate ao coronavírus em Santa Catarina, a Defesa Civil lançou um canal de doações. O...

Governo de SC firma parceria com UFSC para testes de detecção do coronavírus

O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) firmou uma importante parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) com o objetivo...