Piloto de Blumenau é campeão Catarinense e Sul-Brasileiro de Velocross

Publicidade

Por Emerson Luis

O feito de Osmair Cipriani aconteceu após a última etapa disputada no fim de semana em São Bento do Sul, no Parque de Exposições Expoama.

Ele venceu a VX1 Intermediária 450cc, porta de entrada para a categoria máxima do velocross, a VX1, que possui as motos mais potentes e pilotos profissionais.

O amor de Osmair pelo velocross começou muito cedo, aos 5 anos de idade, em Witmarsum, no Alto Vale, onde nasceu, por influência do pai, Osni Cipriani, que corria com uma DT 180.

Já em Blumenau com toda a família e após 10 anos de muita insistência do garoto, o empresário (proprietário da Oma Construtora e Incorporadora), percebeu que o fervor pela velocidade não era apenas um desejo momentâneo, uma aventura, e sim uma paixão que corria em suas veias, que estava no DNA da família.

Em 2008, com 15 anos, Osmair ganhou sua primeira moto, uma CRF 230.

Ele conta que os anos se passaram e foi pegando cada vez mais gosto pelo ambiente das corridas.

Em 2011, participou do seu primeiro campeonato, onde foi vice-campeão nas categorias VX2 e VX2 Intermediária.

Em 2012, quando treinava para a temporada, sua trajetória foi interrompida por conta de uma grave fratura no fêmur.

O piloto foi voltando aos poucos e em 2015 terminou novamente como vice-campeão, no motocross.

Agora em 2019, depois de muito treinamento e persistência, o engenheiro civil conseguiu finalmente ser campeão de velocross – e o que é melhor, em dose dupla.

“Todas as etapas foram muito disputadas e chegamos em São Bento do Sul com a competição em aberto. Larguei bem, porém na terceira volta, com a pista castigada por causa da lama, acebei caindo. Só que consegui me levantar rapidamente e iniciar uma prova de recuperação até receber a bandeirada de primeiro lugar na última volta. Só tenho de agradecer a Deus pela proteção, à família pelo apoio de sempre e aos amigos por esse momento. Estou muito feliz”.

Por ter sido campeão, Osmair subirá naturalmente de categoria (VX1) na próxima temporada.

Contudo, em tese, pretende descansar, apenas “brincar” e voltar forte novamente em 2021.

PUBLICIDADE

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: