Identificado o homem encontrado carbonizado dentro de carro em Gaspar

Publicidade

Foto: Arquivo Pessoal

A família de Cleston Schramm reconheceu o corpo da vítima no Instituto Médico Legal (IML) de Blumenau. O corpo dele foi encontrado carbonizado dentro de um carro incendiado na região do Belchior Alto, em Gaspar, na segunda-feira (4). Segundo o Instituto Geral de Perícias (IGP), não foi possível fazer o reconhecimento através das digitais.

Segundo familiares, Cleston não tinha mais o estômago, já que o órgão foi retirado após ele se recuperar de um câncer. Por conta dos laudos médicos, os peritos confirmaram que se tratava do morador da Itoupavazinha, em Blumenau. O cadáver foi liberado por volta das 10h desta quarta-feira (6).

“Ele venceu a batalha contra um câncer de estômago e agora acabou morto assim”, disse uma familiar da vítima que não quis ser identificado.

O corpo de Cleston será velado a partir das 19h, na Igreja Pentecostal Jesus Cristo, na Rua Francisco Vahldieck, no bairro Fortaleza. O sepultamento está agendado para acontecer nesta quinta-feira (7), às 12h, no Cemitério Municipal de Pomerode, no Ribeirão Areia.

O crime

A Polícia Militar foi chamada e acionou o Corpo de Bombeiros por volta das 2h30min de segunda-feira para conter as chamas em um carro. O veículo tinha placas de Balneário Camboriú, no Litoral Norte. Assim que o fogo foi apagado, o corpo foi localizado no interior do automóvel.

De acordo com o delegado Bruno Effori, o inquérito policial já foi instaurado. Há indicativos de que a vítima tenha sido queimada ainda viva no banco traseiro, porém, de acordo com Effori, a informação ainda será confirmada pelo laudo pericial e necroscópico do Instituto Geral de Perícias (IGP). Ainda não há detalhes sobre a possível autoria do crime e o que teria motivado o assassinato.

PUBLICIDADE

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: