Polícia Civil registra 179 ocorrências nos primeiros dias da Oktoberfest

Publicidade

Foto: Daniel Zimermann / Divulgação

A Polícia Civil desmentiu nesta segunda-feira (14) a informação que circula pelas redes sociais de que cerca de 600 celulares já teriam sido furtados na 36ª edição da Oktoberfest. Os números oficiais revelam que até último domingo (13), haviam sido registrados 179 boletins de ocorrência na delegacia da Polícia Civil instalada no Parque Vila Germânica – a maioria por furto de smartphones.

A secretária Letícia Diel foi uma das vítimas. A moradora de Blumenau teve o telefone levado na madrugada de sábado para domingo. “Fui furtada em torno de 1h da manhã. Antes disso, estava na fila para pegar chopp. Foi a última vez que peguei o celular e coloquei dentro da minha bolsa. Em seguida, passei no meio de uma muvuca. Quando fui olhar meu celular foi quando vi que fui furtada”, contou.

De acordo com Letícia, dentro da bolsa havia também documentos, a chave do carro e outro celular, que não foi subtraído. “Foi aí que começou a novela. Fui para a fila do boletim de ocorrência. Tinham umas 25 pessoas na minha frente, mais ou menos. Fiquei lá da 1h15 até 4h30 para conseguir registrar o B.O. Meu aparelho é um Motorola Moto X4”, disse a secretária, que ainda não conseguiu recuperar o telefone.

O delegado regional de Blumenau, Egídio Ferrari, informou que houve uma queda no sistema naquele dia, o que provocou atraso nos atendimentos. Segundo Ferrari, há três computadores na delegacia da Vila Germânica com cinco policiais de plantão para fazer registrar os casos. Em entrevista exclusiva ao Portal Alexandre José, o delegado falou da quantidade de crimes nesta edição da festa e deu dicas aos visitantes. Veja:

PUBLICIDADE

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: