Home Geral Gincana Cidade de Blumenau tem prova interditada pela Polícia Militar

Gincana Cidade de Blumenau tem prova interditada pela Polícia Militar

0
Gincana Cidade de Blumenau tem prova interditada pela Polícia Militar
Foto: Daniel Zimmermann/Arquivo

A tradicional e disputada prova da madrugada que seria realizada entre sábado (7) e domingo (8) e organizada pela Gincana Cidade de Blumenau, foi interditada por orientação da Polícia Militar. O motivo, segundo nota enviada à imprensa, é “por provocar quebra da ordem pública, riscos à integridade física dos participantes do evento, temor à comunidade e severos transtornos ao policiamento da cidade.”

Conforme a informou a polícia, a Central de Emergências, através do 190, recebeu diversas ligações da comunidade dizendo que havia pessoas em atitude suspeita perto de casas, empresas e, até mesmo, invadindo comércios. Diante dos chamados, as viaturas policiais deslocavam em prioridade ao local indicado, conforme o protocolo operacional, diante da suspeita real de se tratarem de crimes de furto ou roubo em andamento.

“No local, constatava-se que eram participantes da referida gincana, que ali estariam à procura de pistas espalhadas por toda a cidade, para a realização de uma prova que se estenderia ao longo da madrugada,” diz a nota. A Polícia Militar também explicou que a organização do evento entregou um ofício ao batalhão na sexta-feira (6), um dia antes da prova, que de acordo com a coordenação da gincana, estava sendo programada há alguns meses.

Ainda segunda a polícia, “a apresentação tardia e a falta de informações sobre os locais onde seriam desenvolvidas as atividades impossibilitaram a devida apreciação, despacho e gerenciamento do policiamento. Os organizadores entenderam as circunstâncias e se comprometeram a continuar com as atividades apenas no interior dos pavilhões da Vila Germânica.”

O que diz a Liga dos Gincaneiros

“A Gincana Cidade de Blumenau também esclarece sobre o ocorrido. Um dos fatos comentados na reunião prévia da gincana com os organizadores, foi a situação de apreensão de toda a população e do policiamento em razão do assalto que aconteceu na sexta-feira, dia 6, na Itoupava Central.

Esclarecemos ainda que todos os protocolos foram realizados como nos anos anteriores e que para a realização das tarefas é contratada uma empresa terceirizada, uma vez que a organização é composta por membros das equipes participantes. Assim, os organizadores não sabem como são e onde serão cumpridas as tarefas ou a sua localidade.

Reiteramos que a orientação para todas as equipes é manter a prudência durante a gincana e uma atenção maior em relação a prova da madrugada para não perturbar os moradores dos locais próximos onde estão as provas.

Esclarecemos ainda que, assim que informados pela Polícia Militar, atendemos prontamente a sua solicitação e suspendemos o evento até maiores esclarecimentos. Ao final, a decisão foi de interrupção das atividade da madrugada, a fim de garantir a segurança de todos os participantes. Restou decidido ainda que as atividades de domingo seriam realizados dentro do Setor 3.

Infelizmente exceções acontecem e essa situação foi exceção. O clima de insegurança, bem como o desconhecimento em relação ao evento poderiam prejudicar a ordem pública. Assim, agradecemos a Polícia Militar pela compreensão e apoio.”

Deixe uma resposta

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com
%d blogueiros gostam disto: