Justiça Federal suspende leilão do Hospital Beatriz Ramos em Indaial

Publicidade

Foto: Amanda Bittencourt/Especial

A Justiça Federal suspendeu o leilão do Hospital Beatriz Ramos, em Indaial. A informação foi confirmada pelo prefeito André Moser (PSDB) nas redes sociais nesta quarta-feira (10). Em fevereiro deste ano, uma força-tarefa foi criada para evitar que a unidade fosse leiloada após a 5ª Vara Criminal de Blumenau determinar a venda do prédio e dos terrenos pertencentes à casa de saúde. Tudo isso por conta de impostos federais atrasados desde 2010.

Na mesma época, a Prefeitura decretou a intervenção do hospital e, por meio de uma consultoria jurídica, foi confirmado que a dívida acumulada chegava aos R$ 17,6 milhões. Toda essa quantia foi negociada e parcelada. O prefeito disse que foi realizado um pagamento no valor de R$ 96 mil correspondente à primeira parcela dos débitos previdenciário e tributário. “Através de um trabalho sério, conseguimos de uma vez por todas afastar a possibilidade de leilão do hospital”, afirmou Moser.

O prefeito ainda revelou que estão sendo pleiteados mais investimentos para a unidade hospitalar para ampliar o atendimento, principalmente, o pediátrico. “Melhorias na estrutura física, a exemplo da reforma da ala SUS de internação que encontra-se em pleno vapor. Em breve, anunciaremos mais investimentos, também para o centro cirúrgico e pronto-socorro,” concluiu.

O Hospital Beatriz Ramos foi inaugurado em 30 de setembro de 1951. Mensalmente, são realizados cerca de quatro mil atendimentos na unidade.

PUBLICIDADE

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: