Início Destaque Moradores da Itoupava Central denunciam vizinho por importunação sexual

Moradores da Itoupava Central denunciam vizinho por importunação sexual

Geralmente, morar em uma rua sem saída é sinônimo de tranquilidade. Devido ao movimento reduzido de veículos, as crianças têm liberdade para brincar na calçada, sem muito perigo. Mas não é o que acontece na Rua Marema, na Itoupava Central. Um dos moradores tem tirado o sossego das famílias ao – repetida vezes – mostrar o pênis para as meninas. O fato já foi denunciado à polícia.

O caso mais recente aconteceu na última quinta-feira (20), quando duas garotas, de sete e de 11 anos, foram vítimas do suspeito. Elas contaram tudo às mães, que chamaram a Polícia Militar. No dia seguinte, o vizinho chegou a ser levado à delegacia para prestar esclarecimentos, mas foi liberado em seguida pois já havia passado o período do flagrante. É um aposentado, de 58 anos, que mora com a esposa e a filha.

A mãe de uma das meninas, que não será identificada para preservar a identidade da menor, contou à equipe do Portal Alexandre José que, ao questionar os demais moradores sobre a possibilidade de isso ter ocorrido com outras crianças, ficou sabendo que esta não foi a primeira vez. “Moças que hoje são adultas já presenciaram a cena e nunca falaram nada por vergonha ou por medo dos pais”, disse a costureira.

Outra moradora confirmou essa versão ao apresentar boletins de ocorrência registrados no final de 2017 contra o mesmo suspeito. Naquela época, cinco crianças, com idades entre nove e 12 anos, prestaram depoimento relatando ter visto o vizinho mostrar o pênis. Porém, em uma das fases, o processo acabou sendo arquivado, numa tentativa de acordo com o acusado, que prometeu que nunca mais faria isso de novo.

“O tempo passou e ele voltou a fazer as mesmas coisas. Mas, desta vez, ele terá que pagar”, desabafou a mulher, que teve a filha e a neta envolvidas no caso. Ela promete reabrir o processo no Fórum de Blumenau. Segundo os moradores, o vizinho age sempre da mesma forma: abre a porta do caminhão-baú que fica estacionado na rua e, lá  dentro, abaixa as calças e aparece com a genital à mostra na frente das crianças.

Polícia Civil investiga o caso

No Boletim de Ocorrência (B.O.) registrado na semana passada, o caso foi classificado como importunação sexual, um crime incluído no Código Penal em setembro de 2018, que criminaliza a conduta do agente que praticar contra outrem, sem seu consentimento, ato libidinoso, com o objetivo de satisfazer a sua lascívia ou de terceiro. A punição para quem comete é de um a cinco anos de reclusão.

Da Central de Polícia, o B.O. foi encaminhado à Delegacia de Proteção à Mulher, à Criança e ao Adolescente (DPCAMI) de Blumenau. De acordo com o delegado David Sarraff, somente esta semana, quatro mães já procuraram a DPCAMI para formalizar queixa contra o mesmo suspeito. Se comprovadas as denúncias, ele deve ser indiciado pelo crime de importunação sexual e, se condenado, pode cumprir pena em regime fechado.

Jamille Cardoso -
Jamille Cardoso é jornalista formada pela Univali (Itajaí-SC), com 15 anos de experiência na área. Atuou em assessoria de imprensa, programas de rádio, mas foi ao telejornalismo que dedicou mais tempo (12 anos no total), com passagens por emissoras afiliadas a Globo, Record e SBT. Blumenauense, mãe e repórter da Massa FM Blumenau.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

Covid-19: passa de 11 mil o número de casos em SC com 898 confirmados em Blumenau

Há 11.285 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Santa Catarina, sendo que 6.931 estão recuperados e 4.188 continuam em acompanhamento....

Política: as boas notícias da quarentena, por Luiz Carlos Nemetz

Domingo passado (1º), após 10 semanas de rígida quarentena, comecei a relaxar cuidadosamente o meu isolamento social. Fazia um lindo dia de...

Brasil pode ter prioridade no uso da vacina de Oxford contra Covid-19

O Brasil poderá ter prioridade no uso da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford contra a Covid-19. A informação é da reitora da Universidade...

Mega-Sena pode pagar neste sábado um prêmio de R$ 2,5 milhões

O concurso 2268 da Mega-Sena poderá pagar R$ 2,5 milhões a quem acertar as seis dezenas. O sorteio será a partir das 20h...

Arquitetura: a importância do uso correto do solo na construção das edificações, por Val Araújo

Preservar o máximo da vegetação nativa do terreno, implantando a nova construção com respeito ao que a natureza estabeleceu. O caminho do...