Futebol profissional de Blumenau sem casa a partir de 2020

Publicidade

A FIESC comunicou, nesta terça-feira (16), ao Clube Atlético Metropolitano, de Blumenau, que não pretende renovar o acordo para o aluguel do estádio do Complexo Esportivo Bernardo Werner a partir do ano de 2020.

A Federação das Indústrias tem o propósito de dar ao Complexo Esportivo foco às atividades de sua vocação original, ou seja, a oferta de serviços de saúde, educação e qualidade de vida ao trabalhador da indústria.

A decisão foi tomada em conjunto com o setor industrial de Blumenau, quando também ficou acordado que a comunicação seria feita somente após a conclusão da participação do clube no Campeonato Catarinense 2019.

No entendimento da FIESC, devido a sua vocação de atendimento do industriário, o Complexo Esportivo não tem a estrutura exigida pelo futebol profissional. Essa situação demanda contínuas adequações, que se sucedem a cada ano, obrigando o SESI a realizar investimentos que não estão alinhados com suas atividades finalísticas.

A decisão não está associada, sob qualquer aspecto, ao relacionamento com o clube, em respeito ao qual a Federação tratou o tema com a transparência necessária e realizou comunicação com a devida antecedência, sendo que o Metropolitano pode continuar utilizando as instalações até o final do ano.

PUBLICIDADE

 

1 Comentário em Futebol profissional de Blumenau sem casa a partir de 2020

  1. Não tem jeito, Blumenau nunca vai ter um time de futebol competitivo, aqui nessa terra podem esquecer. Antes, pessoas que só querem viver do passado, e agora, aliás como sempre, pouca ajuda, quase nenhuma e pra piorar, um conjunto de empresários ainda ajudam a enterrar de vez o nosso representante no futebol profissional; uma lástima!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: