Funcionárias de creche ao lado do aeroporto Quero-Quero relatam o momento do assalto

Publicidade

Foto: Google Maps/Reprodução

O CEI Paulo Freire está localizado na Rua Ernst Kaestner, via paralela ao aeroporto Quero-Quero, em Blumenau. Na tarde desta quinta-feira (14), algumas crianças brincavam tranquilamente no pátio da unidade de ensino. Às 15h08 bandidos entraram na pista de pouso e levaram todo dinheiro transportado pela aeronave. Cerca de sete minutos depois, eles fugiam em direção à Vila Itoupava.

Uma funcionária, que não quer se identificar, relatou à Rádio Massa FM, que uma mãe que trabalha perto do centro de educação ligou para a creche informando sobre o tiroteio no aeródromo. “Pensamos que na verdade era bombinha, ou foguetes. Para segurança das crianças levamos todas para a sala. Ficamos com medo,” conta.

Segundo as funcionárias, o CEI não foi atingido. “Não é comum isso acontecer e não sabíamos o que era o barulho. Não houve risco aos alunos. Esperamos aqui em segurança. Todos os vizinhos também estavam bem preocupados,” explica.

Vítimas do assalto

Segundo os bombeiros, dois funcionários da empresa de segurança estavam dentro do carro-forte e foram baleados na região das pernas. Eles estão em estado estável no Hospital Santo Antônio.

Uma mulher, funcionária de uma empresa próxima, também foi atingida por uma bala perdida. Edivania Maria de Oliveira, de 23 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital Santa Isabel.

Os socorristas que atuam no hangar do helicóptero Arcanjo-03 auxiliaram nos primeiros socorros às vítimas que estavam em estado grave. A Divisão de Investigações Criminais (DIC) também está no local para dar início as investigações e o IGP fará a perícia.

PUBLICIDADE

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: