Familiares aguardam a liberação do corpo de atleta do Flamengo morto em incêndio

Publicidade

O atleta Bernardo Pisetta, de 14 anos, nasceu em Indaial, no Vale do Itajaí, e estava no Flamengo desde agosto do ano passado.

O goleiro iniciou a carreira no futsal catarinense e depois de uma passagem pelo Athetico-PR foi contratado pelo Flamengo.

O goleiro foi uma das dez vítimas do incêndio no RJ
“Ele estava muito feliz, sempre foi flamenguista e estava realizando um sonho no Ninho do Urubu”, conta Marcelo Lanznaster, primo de Bernardo.

Marcelo conta que a família sempre apoiou o sonho do jovem e que, no último domingo (3), Bernardo esteva em Indaial aproveitando as férias do clube.

“O Bernardo chegou a comentar que eles mudariam de alojamento na semana que vem. A base ia passar para o local onde ficavam os profissionais antigamente e ele estava bem empolgado com a mudança”, completa o primo emocionado.

Viajaram para o Rio de Janeiro o pai e o irmão de Bernardo, que tratam agora da documentação para trazer o corpo do jovem para o sepultamento em Indaial. Devido aos trâmites legais, ainda não se sabe quando será o velório do jovem.

A Prefeitura de Indaial decretou luto oficial de 3 dias no município. As bandeiras em frente a prefeitura estão a meio mastro.

Marcos Fernandes/Portal Alexandre José
Nas redes sociais, Bernardo era discreto e comemorava o crescimento na carreira com muita maturidade. Em uma das publicações, um vídeo mostra uma defesa feita pelo jovem goleiro.


Reprodução

PUBLICIDADE

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: