Operação Varejo da Polícia Militar termina com mais de 60 presos

Publicidade

A Operação Varejo foi realizada, nesta quarta-feira (6), pela Polícia Militar em todas as regiões do estado.

Foram 668 estabelecimentos comerciais fiscalizados. O foco eram bares e lanchonetes de 194 municípios catarinenses.

O principal objetivo foi combater o comércio ilegal de cigarros vindos, principalmente, do Paraguai. Ao todo, a PM apreendeu o número impressionante de 85.053 maços de cigarros contrabandeados. Só em Blumenau, a PM conseguiu localizar quase 4 mil maços.

No estado, além dos cigarros, foram apreendidas 11 armas de fogo e 61 pessoas presas. Diversos proprietários serão indiciados por contrabando.

Alguns estabelecimentos precisaram ser interditados por problemas na documentação. Quase 1000 policiais militares participaram da Operação Varejo, que deve continuar.

“Sabemos que, juntamente com cigarros, esses contrabandistas acabam trazendo outros ilícitos e, por isso, vamos continuar trabalhando pra combater esse tipo de crime”, conclui o Tenente da PM Nicolas Vasconcelos.

A Secretaria da Fazenda estima que o prejuízos para os cofres públicos causado pelo contrabando pode chegar a 84 milhões de reais.

Fotos Marcos Fernandes/Juan Todescatt/Portal Alexandre José/PM-SC

PUBLICIDADE

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: