Advogado de motorista nega que o cliente tenha consumido bebida alcoólica

Publicidade

O advogado Jeremias Felsky afirmou em entrevista que o empresário Marco Antônio Pinsegher não consumiu bebidas alcoólicas no dia do acidente.

O atropelamento, registrado no fim de semana em Indaial, resultou na morte de Felipe Wassosniki, de 19 anos. De acordo com Felsky, o empresário está em tratamento e não pode ingerir álcool.

“Nós apresentaremos toda a documentação, receita, nota fiscal, laudos médicos, que vão comprovar que ele não pode consumir bebidas alcoólicas”, afirma o advogado.

Testemunhas ouvidas hoje pela Polícia Civil confirmaram em depoimento terem visto o empresário consumindo cerveja em um evento esportivo minutos antes do acidente.

O atropelamento foi registrado na madrugada de sábado para domingo (3), sobre a Ponte dos Arcos. Duas pessoas que estavam de bicicleta foram atingidas.

Felipe morreu na hora e o colega de trabalho Lucas Pinto, de 31 anos, teve ferimentos leves e se recupera em casa.

Para advogada de Felipe, Luana Hofman, a sociedade clama por justiça. “Está bem claro que o motorista consumiu bebida alcoólica no dia do acidente, as testemunhas vão comprovar isso… queremos que motoristanão fique impune”, completa a advogada.

Até o momento, o empresário Marco Antônio Pinsegher responde ao processo em liberdade. O delegado responsável pelo caso segue investigando.

PUBLICIDADE

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: