Justiça determina prisão preventiva de integrantes de associação criminosa, em Blumenau

Publicidade

Foto: Polícia Militar/Divulgação

Na última quinta-feira (31), rês homens foram presos suspeitos de integrarem uma associação criminosa, em Blumenau. A prisão aconteceu na região do Distrito do Garcia. Segundo a Polícia Militar, após dias de vigilância, a operação foi deflagrada hoje para desarticular os envolvidos com o tráfico de drogas e uso de armas na região. Foram presos em flagrante um homem de 27 anos, e outros dois jovens de 21 anos cada.

Nesta sexta-feira (1º), o juiz de Direito, Sandro Pierri, titular da 3ª Vara Criminal da comarca de Blumenau, converteu em preventiva a prisão em flagrante do trio durante a audiência de custódia.

A PM apreendeu três quilos de maconha, dois mil comprimidos de ecstasy, um revólver calibre 22 e quatro munições, uma espingarda calibre 22, uma espingarda de ar comprimido, uma luneta, dois celulares, cerca de R$ 105 em dinheiro e munição para recargar cartuchos.

Em sua manifestação, o Ministério Público destacou “que a própria natureza do crime, aliada às circunstâncias acima mencionadas, evidenciam, com clareza, que permanecendo soltos, tornarão os conduzidos a delinquirem, quiçá buscarão se evadir do distrito da culpa, já que não declararam ocupação lícita, além de gerar um profundo descrédito à comunidade que buscou amparo nas forças de segurança para inibir prática criminosa tão danosa em seu meio, já sendo notícia de destaque – inclusive colocando em xeque a credibilidade do Judiciário – em jornal de circulação regional”.

“A prisão é imprescindível para a garantia da ordem pública, mormente ante os indicativos de probabilidade de reiteração criminosa. A referida expressão diz respeito à preservação de uma situação de paz (sensação de segurança), necessária para a realização dos princípios fundamentais”, citou o juiz em sua decisão.

PUBLICIDADE

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: