Sindetranscol anuncia paralisações diárias no transporte coletivo a partir da próxima semana

PUBLICIDADE

Foto: Diego Becker/Especial

Na manhã deste sábado (8), o Sindetranscol anunciou através das redes sociais que a partir da próxima segunda-feira (10), o transporte coletivo poderá ter paralisações diárias e temporárias.  O sindicato afirmou que motoristas e cobradores irão cruzar os braços nos mesmos moldes do que já aconteceu nesta semana. A ideia é volta à mesa de negociação com a BluMob.

O sindicato garante que a população será avisada com antecedência dos horários em que os ônibus não sairão dos terminais urbanos. Assim, os usuários conseguirão se programar.

Das 3h às 7h da última quarta-feira (5), motoristas e cobradores cruzaram os braços. Os ônibus não saíram das garagens e dos terminais urbanos. O cenário pegou os blumenauenses de surpresa. O Sindetranscol disse que a paralisação aconteceu porque a BluMob tratou de maneira desrespeitosa a mesa de negociação ontem, terça-feira (4).

“Fomos surpreendidos com a decisão da Piracicabana, que em 30 segundos disseram que não havia nada a oferecer. Quando marcarmos a reunião, imaginávamos que a empresa apresentaria um novo posicionamento aos trabalhadores. Foi uma molecagem,” disse Ricardo.

Em nota, o Sindetranscol informou que: “Diante da absoluta falta de respeito e assertiva por parte da Piracicabana/Blumob em reestabelecer e avançar na negociação coletiva de trabalho, o Sindetranscol comunica à população, em especial aos usuários, que a partir da próxima segunda-feira, 10 de dezembro, diariamente e por pouco tempo, poderão ocorrer interrupções parciais nos terminais urbanos de Blumenau, nos moldes das já realizadas no ano passado e consideradas legais/não abusivas.”

Foto: Diego Becker/Especial

IMPASSE NA NEGOCIAÇÃO SALARIAL

A Blumob propôs até o momento:

Reposição da inflação de 1º de novembro de 2017 a 31 de outubro deste ano, reajuste no vale-alimentação de R$ 730 para R$ 760 nos oito primeiros meses e R$ 800 na sequência. A empresa ainda sugeriu aos funcionários a manutenção da convenção coletiva de trabalho, a manutenção e melhoria na redação da cláusula de garantia da não aplicação da reforma trabalhista e uma folga casada ao mês.

Com isso os salários dos cobradores seria reajustado de R$ 1.435,32 para R$ 1,492,73. Já os motoristas iria de R$ 2.2451,76 para R$ 2.550,46.

A categoria através do sindicato pede:

Reposição de 4% da inflação, 5% do ganho real e reajuste no vale-alimentação de R$ 730 para R$ 820. Com o reajusta do ganho real os vencimentos dos cobradores irá de R$ 1.435,32 para R$ 1.564,50 e dos motoristas passará de R$ 2.2451,76 para R$ 2.672,42

PUBLICIDADE

 

1 Comentário em Sindetranscol anuncia paralisações diárias no transporte coletivo a partir da próxima semana

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: