Polícia Civil investiga caso de cachorro morto com flechada

PUBLICIDADE

O delegado Bruno Augusto dos Reis, da Polícia Civil de Ituporanga, é o responsável por tentar identificar o autor do disparo que matou o animal.

A flecha possui cerca de 50cm, é feita em alumínio e possui uma ponta de metal. Custa em torno de 30 reais e pode ser comprada pela internet.

Foto Juan Todescatt / Portal Alexandre José

De acordo com o delegado, a arma utilizada foi uma balestra, conhecida popularmente como besta. “Apesar de não ser um equipamento muito comum, ele pode ser comprado facilmente pela internet. Isso acaba dificultando a localização do autor”, afirma Bruno.

O delegado conta que a morte do cachorro não é considerada um crime e sim uma infração.

“Graças a comoção popular gerada pelo caso estamos recebendo muitas informações. Quem puder ajudar a polícia pode entrar em contato através do telefone 180 e fazer uma denúncia anônima” completa o delegado.

Caso identificado e condenado, o autor sofreria uma pena máxima de 1 ano e meio de detenção, mas que poderia ser convertida em prestação de serviço comunitário.

Como tudo aconteceu

Era por volta de 23h30 da última quinta-feira (6), Larissa, dona do cachorro, e a mãe se preparavam pra dormir. “Bebê“, como era chamado o animal, estava na frente de casa.

O cachorro começou a chorar e as duas estranharam o comportamento. Ao chegar na calçada, elas se depararam com o cachorrinho caído com uma flecha que transfixou a região torácica do animal.

Nenhum movimento de carro ou moto foi percebido pelas moradoras do Centro de Ituporanga. As duas ainda tentaram socorrer o “Bebê“, mas ele já estava morto.

Bebê” tinha aproximadamente 1 ano e meio e foi adotado pela família ainda filhote, depois de ter sido abandonado próximo a residência.

“Ele era um cachorro muito bonzinho, todos na rua sempre elogiavam. Ele sempre brincava com as crianças e era só chegar perto que ele deitava pra pedir carinho. Não consigo suspeitar de ninguém, foi muita crueldade”, conta Larissa.

Larissa brinca com “Bebê” (VÍDEO)

PUBLICIDADE

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: