Série B 2019 terá nova fórmula. BEC é impedido de participar da reunião

PUBLICIDADE

Foto: FCF

Conselho Técnico realizado nesta terça-feira (20) na sede da Federação Catarinense de Futebol em Balneário Camboriú definiu uma nova fórmula de disputa para a Série B 2019.

A segundona começa no dia 02 de junho e termina no dia 25 de agosto.

Em decisão unânime, os representantes dos clubes aceitaram a proposta da FCF, optando por uma competição em duas fases, Inicial e Finais.

A 1ª Fase – Inicial será no sistema de pontos corridos em 18 rodadas. A 2ª Fase – Finais será disputada em confronto eliminatório, jogos de ida e volta, pelas duas melhores equipes da 1ª Fase.

Cada clube poderá inscrever até 35 atletas sendo no máximo 30 profissionais e cinco das categorias de base. Portanto não há mais a exigência de utilizar atletas até 23 anos.

O conselho técnico decidiu pela manutenção da categoria Juvenil, para jogadores até 17 anos, como a competição vinculada à participação profissional das equipes.

Os clubes terão até dezembro para encaminhar os laudos técnicos de Vigilância Sanitária, Corpo de Bombeiros e Engenharia, para que a Polícia Militar agende as vitorias a partir de abril de 2019.

Uma das novidades será a presença do Próspera, que venceu a Série C deste ano. A ausência é o Operário de Mafra rebaixado. Metropolitano, atual campeão, e Marcílio Dias, vice, vão disputar a elite estadual em 2019.

Além do time de Criciúma, a Série B 2019 deverá contar com Concórdia e Internacional (rebaixados este ano), Camboriú, Barra, Barroso, Fluminense, Juventus, Guarani e Blumenau.

Foto: Divulgação

O BEC até enviou representante, mas foi impedido de participar do Conselho Técnico por conta de pendências junto à entidade. Ainda existe um prazo para a quitação desse débito (o valor não foi divulgado), antes da publicação da tabela por exemplo (60 dias), só que o Blumenau precisa primeiro resolver seus problemas internos.

O prazo de 180 dias à frente do clube do interventor Carlos Henrique Zidane terminou hoje (20). A partir desta quarta-feira (21), o clube está sem presidente. Pelo estatuto, assume Wanderlei Laureth, que num primeiro momento não demonstra interesse em assumir. Está focado em outros projetos na vida pessoal e profissional, mas se tiver condições de transformar o clube em empresa, pode mudar de ideia.

A eleição marcada para o dia 6 de dezembro que iria escolher um novo mandatário foi cancelada na justiça pela Associação Amigos do BEC, que ainda trabalha com a possibilidade de exclusão da atual diretoria. Uma nova assembleia deve ser convocada judicialmente para definir quem vai ser o presidente.

 

PUBLICIDADE

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: