Balanço da PRF registra menos acidentes e mais mortes na Operação Proclamação da República

PUBLICIDADE

A Operação Proclamação da República aconteceu em todo o país e terminou com 128 acidentes registrados nas rodovias federais de Santa Catarina. Uma queda de 9,1% em relação ao ano passado, quando foram registrados 141 acidentes.

O número de feridos também caiu. Foram 146 em 2018 contra 180 no ano passado. Mesmo com um número menor de acidentes e de feridos, o número de mortes foi maior. Cinco pessoas perderam a vida nas rodovias federais catarinenses, contra quatro em 2017, um aumento de 25%.

As mortes foram registradas nos seguintes acidentes:

Quinta (15/11): saída de pista na BR 470 em Trombudo Central;
Sexta (16/11): colisão transversal na BR 470 em Rio do Sul, colisão traseira na BR 101 em Içara e colisão frontal na BR 280 em Mafra;
Domingo (18/11): saída de pista na BR 101 em Biguaçu.

Acidente com morte registrado na BR-470, em Trombudo Central (divulgação)

Excesso de velocidade continua sendo a infração mais cometida

Em cinco dias de Operação Proclamação da República, os radares registraram 2.385 veículos em excesso de velocidade. A embriaguez ao volante foi motivo da autuação de 77 motoristas. Já a ultrapassagem proibida foi flagrada pelos policiais em 284 casos. Ao todo, a 2.921 autos de infração foram emitidos durante o feriadão.

Em um dos casos mais absurdos, um motorista passou a 134km/h em frente ao posto da PRF, em Joinville, onde o limite de velocidade é de 60km/h.

Foto PRF

Ainda durante a operação, 40 pessoas foram presas pelos mais diversos motivos e 5 veículos roubados foram recuperados. Além disso, 350 mil maços de cigarros contrabandeados, que vinham do Paraguai, foram apreendidos em Joinville.

Motocicleta recuperada (Foto: PRF)

PUBLICIDADE

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: