Salto alto, por Emerson Luis

PUBLICIDADE

Foto: Bruno Vicentainer

Como estava de atestado médico e impossibilitado de trabalhar até este domingo (16) só acompanhei Metropolitano 1 x 1 Joinville pelo rádio. Logo no primeiro tempo, Amauri Pereira relatava o bonito gol de Eduardo, prata da casa, o primeiro do garoto da base no elenco profissional.

Edemilson Luiz destacava a superioridade blumenauense e também os gols perdidos. “O time poderia ter matado o jogo no primeiro tempo, não fosse a falta de atenção e objetividade”.

Marciano Regis reportava no gramado a lesão no joelho de William Paulista, o artilheiro, a referência no ataque, ausência que seria muito sentida no decorrer da partida.

Nos estúdios, Paulo Cesar anunciava a abertura do placar em Tubarão, o início do atropelo do Hercílio Luz pra cima de um esfacelado Blumenau.

No intervalo, troquei a Nereu pela rádio Web Esportiva, em busca de mais informações sobre o erro crasso cometido pela diretoria em não inscrever o goleiro Roger Paranhos.

No fim, voltei para a coletiva de Marcelo Mabilia. As declarações do treinador dispensam qualquer tipo de avaliação, de longe, que eu possa fazer sobre o desempenho do Metrô. Mabilia foi na jugular.

Foto: Bruno Vicentainer

“Foi a pior apresentação da equipe desde que cheguei, se tratando de entrega, de dedicação, de luta, de concentração. O time jogou de salto alto. Faltou humildade. Ninguém conquistou nada com o acesso. Tenho contrato, mas estou sob avaliação para 2019, assim como esses jogadores. Ninguém sabe se vai disputar a primeira divisão. Vamos ter essa semana uma conversa muito séria, não é esse tipo de comportamento que quero em campo”.

Na mosca. Na lata. Tem de dar uma pegada mesmo. O vídeo do jogo com o Joinville deve ser mostrado nesta terça, na concentração. Não há maneira melhor do que corrigir nossos erros vendo-os de perto, em silêncio. Tenho certeza que todos vão assistir as imagens sentadinhos, de chinelinho.

PUBLICIDADE

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: