Polícia encontra carga roubada, desmanche de carros e homem vai preso, em Gaspar

PUBLICIDADE

Foto: Divulgação DEIC

Candido Mariano Rondon Gonzaga, de 60 anos de idade, conhecido como Candinho, foi preso em uma operação deflagrada nesta quinta-feira (13), em Gaspar. O suspeito tinha como função no grupo criminoso recepcionar e guarnecer as cargas e caminhões roubados.

De acordo com os policiais, a investigação começou em julho deste ano e tinha como objetivo desarticular uma célula criminosa com atuação interestadual responsável por roubos de cargas e caminhões.

A polícia identificou o local utilizado pelos suspeitos onde era feita a ocultação das cargas roubadas, o desmanche de veículos e adulteração de sinais identificadores de semirreboques. Tudo estava em uma propriedade rural conhecida como “Chácara Refúgio”, cerca de 10 quilômetros do centro da cidade, em uma região remota, de difícil acesso e sem sinal de celular ou GPS, o que dificultava o rastreio de cargas e veículos.

Na chácara foram apreendidos rádios comunicadores, um bloqueador de sinal GPS, uma luneta rifle Scope 4x20mm, parte de uma carga de carne bovina, carne de frango e veículos vans utilizados para a distribuição das cargas roubadas.

CARGA LOCALIZADA

Na chácara os policiais encontraram um semirreboque refrigerado abastecido com uma carga de carne suína com os sinais identificadores adulterados. O veículo foi roubado no dia 4 de setembro em São José dos Pinhais, no Paraná. O produto é do tipo exportação e está avaliado em R$ 172 mil.

Um outro semirreboque baú carregado com gêneros alimentícios, com registrou de roubo no dia 25 de junho em Juquitiba, São Paulo, também foi apreendido. Um terceiro veículo do mesmo modelo também foi localizado e será submetido a avaliação da perícia para tentar identificar a origem.

DESMANCHE

Ainda na chácara, os policiais localizaram um compartimento secreto que seria utilizado para o desmanche de veículos roubados. Havia no local uma Pajero, com registro de roubo em 30 de agosto, em Curitiba, no Paraná, completamente desmontada.

A Ação envolveu a Divisão de Furtos e Roubos de Cargas da DEIC, Diretoria Estadual de Investigações Criminais, com apoio da Delegacia de Polícia do município.

A Polícia Civil continuará com as investigações para tentar localizar e responsabilizar outros autores envolvidos no crime de receptação das cargas apreendidas.

PUBLICIDADE

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: