Início Geral Prefeito de Gaspar esclarece polêmica sobre a cobrança de comentários em redes...

Prefeito de Gaspar esclarece polêmica sobre a cobrança de comentários em redes sociais aos comissionados

Um áudio compartilhado através do WhatsApp tem gerado polêmica em Gaspar, no Vale do Itajaí. No arquivo enviado em um grupo de servidores comissionados da Prefeitura de Gaspar, o prefeito, Kleber Wan-Dall (MDB), diz que “tomará providências” caso eles não compartilhassem um vídeo feito pelo chefe do executivo.

Além disso, Wan-Dall exige que os funcionários comentassem positivamente a postagem e respondessem todas as críticas relacionadas ao vale-alimentação dos servidores.

Confira abaixo o áudio completo enviado aos comissionados.

Após repercutir em toda região, o prefeito conversou com a nossa equipe e esclareceu a situação. Neste grupo de WhatsApp estão os funcionários de confiança do prefeito. “Da minha parte, como prefeito, obviamente que eu faço as devidas cobranças. Afinal, não vou contratar alguém para trabalhar para ficar sentado sem fazer nada, eu vou cobrar resultados” enfatiza Wan-Dall.

“Não foi a primeira e nem será a última vez que eu fiz isso. Certamente, imagino que as pessoas esperem que o prefeito cobre dos seus comissionados,” diz o prefeito. Segundo Wan-Dall, o trabalho seguirá normalmente no município.

Confira abaixo a entrevista com o prefeito de Gaspar, Kleber Wan-Dall, na íntegra.

VÍDEO POSTADO NO FACEBOOK

Nesta semana o prefeito fez uma publicação em sua página em uma rede social onde fala sobre a proposta que visa alterar o vale-alimentação dos servidores concursados e comissionados. “Nossa proposta é substituir o benefício por prêmio-assiduidade, ou seja, vamos continuar pagando em dinheiro os R$ 430 na folha de pagamento de cada funcionário, mas a título de prêmio assiduidade e não mais por vale-alimentação,” explica Kleber.

Esta proposta já gera polêmica no município desde o ano passado, quando foi anunciado que o pagamento do vale-alimentação aconteceria via cartão refeição/alimentação. O assunto parou na Câmara de Vereadores de Gaspar e também no Tribunal de Contas do Estado.

Segundo a presidente do Sintraspug, o Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Gaspar, Lucimara Silva, a categoria ainda analisará a proposta do executivo.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

Eleições: Disque-Eleitor funcionará em horário especial neste domingo

Os eleitores que tiverem dúvidas durante este domingo (29), no 2º turno das eleições, poderão ligar gratuitamente para o Disque-Eleitor do TRE-SC, no número 0800-647-3888....

Caixa paga auxílio emergencial para nascidos em maio neste domingo

A Caixa Econômica Federal paga neste domingo (29) o auxílio emergencial para 3,5 milhões de brasileiros nascidos em maio. Serão liberados R$ 1,2 bilhão para...

Eleições 2020: candidatos a prefeito de Blumenau votam nesta manhã de domingo

Os dois candidatos a prefeito de Blumenau votaram durante a manhã deste domingo (29), dia de segundo turno das Eleições 2020. João Paulo Kleinübing...

Idoso se recusa a usar máscara ao entrar em farmácia e causa confusão em Timbó

Tudo aconteceu na Rua Quintino Bocaiúva, no bairro Vila Germer, em Timbó. No local, um idoso, de 73 anos, se recusou a usar máscara...

Eleições: uma urna eletrônica teve que ser substituída em Blumenau neste 2º turno

A Justiça Eleitoral registrou apenas uma ocorrência nesta manhã de domingo (29) no 2º turno das eleições, em Blumenau. Às 8h30min, houve a substituição...