Início Esporte Faça chuva ou faça sol, é final. Por, Emerson Luis

Faça chuva ou faça sol, é final. Por, Emerson Luis

Fosse eu diretor do Metropolitano colocaria o ingresso da final a R$ 10. Trabalharia com a possibilidade, no mínimo, de 3 mil pessoas no estádio (cobraria preço normal do visitante), pensaria em primeiro lugar no título inédito, nas suas consequências, na casa cheia, na pressão, no apoio ao time. Mas como não faço parte da diretoria e sei que o futebol de Blumenau é um buraco sem fundo, reconheço que nessas horas é preciso ser racional, pensar nas contas, fazer uma boa renda.

O clube aumentou o valor do ingresso. Alega que o preço praticado de R$ 20 estava defasado, era o mais em conta entre todos os clubes. Em parte. Contra o Fluminense, o Marcílio Dias cobrou R$ 20 o ingresso antecipado. Na hora, R$ 30. Foi assim em toda a Série B. Renda de R$ 93.380 com 4.572 pagantes. Lucro de R$ 71 mil.

Até as 17h é possível pagar R$ 30 para assistir Metropolitano x Marcílio Dias. Na bilheteria sobe para R$ 40. Se a gente projetar um público de 1500 pagantes, por exemplo, o Metropolitano já terá uma boa receita, embora as despesas de uma partida oficial sejam bem altas. Não creio que vá fugir muito disso.

Não justifica, é final, mas jogo em uma quarta-feira, às 20h30, com esse tempo, com Campeonato Brasileiro na TV aberta, com majoração no ingresso… Tudo pesa para o torcedor de resultado. Fosse esse jogo no domingo teríamos com certeza Sesi lotado e uma renda bem maior.

O que não dá para entender é que tivemos semifinais, ida e volta, aos domingos, e na hora do filé mignon, na decisão de um campeonato, a Federação (com a concordância dos clubes) marca uma final para o meio de semana!

A entidade alega que a greve dos caminhoneiros, que adiou o início da competição em uma semana, foi o problema. Estranho porque a Copa Santa Catarina vai começar em 16 de setembro. Tem lastro. Talvez ninguém tenha feito força para mudar isso porque muitos atletas têm contrato assinado até 26 de maio, data do encerramento da segundona.

Enfim, é decisão, vale taça, volta olímpica, momento histórico, vale o esforço de cada um, pessoal, logístico, financeiro. É um momento ímpar para o clube. O Metrô conseguiu o acesso e chegou até aqui porque fez o dever de casa, venceu, convenceu e reverteu a vantagem do Camboriú. É preciso ter esse mesmo espírito de entrega e concentração.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

Ladrão invade casa na madrugada e é surpreendido pelo morador em Blumenau

A Polícia Militar foi acionada logo após o furto que ocorreu em uma casa localizada na Rua Ponte Serrada, na Itoupava Central, por volta...

Temporal provoca estragos e deixa mais de 25 mil imóveis sem energia elétrica em Blumenau

Um forte temporal atingiu Blumenau no meio da madrugada desta quinta-feira (3). Houve desabastecimento de energia elétrica durante a chuva, além de destelhamentos, alagamentos...

Previsão de instabilidade e pancadas de chuva nesta quinta em Blumenau

Nesta quinta-feira (3), um sistema de baixa pressão que se desloca por Santa Catarina favorece a condição para pancadas isoladas de chuva com trovoadas...

Covid-19: Câmara aprova MP que destina R$ 1,995 bi para compra de vacina

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (2) a Medida Provisória 994/20, que abre crédito extraordinário de R$ 1,995 bilhão para compra de...

Projeto de lei abre caminho para volta das aulas presenciais em Santa Catarina

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) aprovou nesta quarta-feira (2) o projeto de lei (PL) 182/2020 que, na prática, autoriza o retorno das...