Polícia Federal faz operação contra fraudes no INSS em Blumenau

PUBLICIDADE

Foto: Especial / Portal Alexandre José

Foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (30), por volta das 6h, a Operação Sangrando com o objetivo de desarticular ações criminosas responsáveis por fraudar benefícios de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez no INSS de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Todas as perícias que aconteceriam hoje tiveram que ser reagendadas.

Ao todo são 44 policiais federais e dois servidores da Inteligência Previdenciária que cumpriram esta manhã 11 Mandados Judiciais nas cidades de Blumenau, Cruz Alta e Tupanciretã, localizadas no Rio Grande do Sul. São 10 mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão temporária contra servidor da Previdência.

As investigações, de acordo com a Polícia Federal, iniciaram em 2017 e identificaram um médico perito previdenciário, que faz parte da equipe da Agência da Previdência Social de Blumenau. Segundo a PF, o profissional realizava atendimentos a pessoas específicas fora da agenda oficial e concedia aos supostos previdenciários o auxílio-doença e a aposentadoria por invalidez. Os dados falsos era inseridos no sistema da previdência.

A justiça decretou a suspensão do exercício da função pública do perito de Blumenau e a apreensão de todos os bens dele, para garantir a reparação do prejuízo aos cofres públicos.O valor estimado é de R$ 3,5 milhões. Segundo a Polícia Federal, os benefícios concedidos de forma fraudulenta também já foram interrompidos, evitando um prejuízo de R$ 26 milhões de reais, tendo em vista o tempo de vida dos beneficiados.

PUBLICIDADE

 

2 Comentários em Polícia Federal faz operação contra fraudes no INSS em Blumenau

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: