Professores afastados por abuso voltam a sala de aula

PUBLICIDADE

Foto: Especial / Portal Alexandre José

Os dois professores da Escola Luiz Delfino, em Blumenau, que foram afastados em abril deste ano após denúncias de abuso, foram liberados para voltar a sala de aula. Eles foram denunciados por suspeita de envolvimento sexual com uma adolescente, hoje com 16 anos de idade. Um deles teria tido relações com a menina quando ela tinha 14 anos.

O professor de 47 anos voltou a sala de aula e está lecionando normalmente há alguns dias. O outro professor, de 54 anos, apresentou licença médica e ainda não compareceu a escola.

“A gerência de educação mandou eles retornarem para a sala de aula, pois logo irá sair o resultado da sindicância”, explica o diretor da escola, Mauro Medeiros.

Na época em que foi denunciado, o professor de 47 anos admitiu a relação com a aluna, mas segundo ele, o envolvimento era consensual. O outro professor não quis se manifestar sobre o caso. Segundo o diretor da escola, a volta deles tem gerado constrangimento na unidade.

“Alguns pais chegaram a procurar a direção, preocupados com a situação”, salienta o diretor.

PUBLICIDADE

 

3 Trackbacks & Pingbacks

  1. Pais questionam volta dos professores que haviam sido afastados por assédio – ALEXANDRE JOSÉ
  2. Professor da Escola Luiz Delfino é denunciado novamente por assédio – ALEXANDRE JOSÉ
  3. Em Blumenau professor é mais uma vez dennúnciado por assédio | Vale do Itajaí Notícias

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: