Cinco meses de trabalho resumidos em 90 minutos, por Emerson Luis

PUBLICIDADE

“Time que está ganhando não se mexe”. A frase é surrada, sei disso, mas é justa, uma tendência natural. Se está dando certo por que mudar? Se existia alguma possibilidade de Marcelo Mabilia fazer uma alteração na escalação, ela foi descartada logo no início da semana. Marcelo Godri estava no processo de transição do físico para o campo.

De repente, do nada, quando chutou uma bola, voltou a reclamar da lesão no quadríceps, no reto femural, diagnóstico que me foi repassado pelo coordenador físico Robson Rides, o cara que trouxe a metodologia científica de trabalho do vôlei para o futebol. Não é por acaso que fisicamente o Metropolitano está sobrando. O experiente volante está vetado até o fim do campeonato caso o objetivo em Camboriú seja alcançado. Mesmo se estivesse recuperado, existia o receio de colocá-lo em ação pela falta de ritmo de jogo.

Além do regulamento (Godri está na cota acima dos 23 anos), como sacar Zé Victor? Se o moleque de 22 anos do bairro Fortaleza peca, às vezes, no passe, na aproximação, se sobressai no combate, no desarme, na cobertura dos laterais, na entrega, no sacrifício em prol do time. Virou titular com a chegada do treinador e não saiu mais. E não é só nessa posição. O time está acertadinho. Estive sexta-feira (17) no CT e senti com quem conversei uma atmosfera de confiança e mobilização em busca do acesso.

Não vi oba-oba, clima de já ganhou. Todos entendem que será uma parada dificílima, um jogo tenso, de contato, de pressão, que certamente será imposto pelo adversário comandado por Mauro Ovelha. Entre altos e baixos, erros e acertos, mais aspectos positivos do que negativos, foram cinco meses de trabalho para chegar até aqui.

Noventa minutos separam o Metropolitano da sua principal meta na temporada. A disputa pelo título será uma consequência, ganha outra dimensão, emocional e historicamente até sobrepõe o acesso – só que isso não tem validade alguma nesse momento.

PUBLICIDADE

 

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. O Metrô voltou. Agora falta o título. Por Emerson Luis – ALEXANDRE JOSÉ

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: