No fim, vai ser um clássico interessante – por Emerson Luis

PUBLICIDADE

Foto: Divulgação

Escalação do BEC contra o Barroso, no último jogo:

Roger Paranhos
Paulo Roberto
Zé Clock
Alex
Ramon

Sergio Alan
Ruhan
Miller
Rafael

Lucas Vaz
Juninho

Formação do BEC esta noite diante do Metropolitano:

Roger Paranhos
Maranhão
Zé Klock
Alex
Ramon

Bruno Sena
Jean Carlos
Miller
Rafael

Lucas Vaz
Juninho

Três mudanças. Na lateral direita, Maranhão ocupa a vaga de Paulo Roberto suspenso. Bruno Sena volta, pelo mesmo motivo, no lugar de Ruhan, que tem jogado no sacrifício e vai ficar como opção. E Jean Carlos retorna no posto de Sérgio Alan, que também fica no banco. Por motivo de lesão estão fora Julinho, Igor, Rosseti, Maranhão, Thor e Afonso.

Foto: Divulgação

Escalação do Metropolitano com o Marcílio Dias:

Igor
Paulinho
Elton
Douglas Silva
Rodolfo

Zé Victor
Eduardo
Palhinha
Jean Dias

William Paulista
Bruninho

O 11 do Metrô para o clássico:

Martins
Dudu
Claus ou Persunh (dúvida)
Maurício
Guilherme Morassi

Riba
Eduardo
Maurílio
Luis Ricardo

Fabrício
Cassiano

Só um titular: Eduardo. Os demais suspensos (Paulo Henrique, Elton, Jean Dias e Bruninho) e poupados (Igor, Douglas Silva, Rodolfo, Zé Victor, Palhinha, William Paulista). O volante Marcelo Godri segue vetado, pode voltar no segundo jogo da semifinal.

A maioria da torcida concordou com essa postura do Metropolitano. Um e outro com quem conversei e ainda os que interagem nas redes sociais entendem que “time que ser campeão não pode escolher adversário”.

Em um grupo estadual de Imprensa da Série B no WattsApp também teve profissional que criticou essa atitude.

Quem é daqui, defendeu a ideia. Expressei logo após o jogo com o Marcílio, o meu ponto de vista. Não se alcança objetivos na emoção. É preciso planejamento, estratégia, inteligência. Outra coisa: não se ganha campeonato com um time e sim com um elenco.

Muitos desses garotos que estão concentrados para a partida das 20h30 no Sesi não estão ainda preparados para um jogo decisivo, tenso. O confronto do último domingo não nos deixa mentir.

E aqueles que tem entrado no segundo tempo com mais frequência precisam ganhar confiança. Ninguém entrou e arrebentou! É preciso estar inteiro para o mata-mata.

O BEC por sua vez, mais experiente no jogo desta noite (com quatro atletas acima dos 23 anos contra nenhum do Metrôl), fará de tudo para apagar a história do jogo de ida.

Quer encerrar o campeonato chamando a atenção, inclusive do rival, que vira e mexe, contrata um ou outro destaque (Maurício, Altino, Negreiros, Maurílio).

Estou curioso para ver que tipo de atitude o Metropolitano vai adotar e como Mabília vai frear o ímpeto dessa gurizada, ávida a mostrar serviço. Não é o clássico que todos imaginavam, mas vai ser interessante.

PUBLICIDADE

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: