Everton é denunciado pelo Ministério Público pelo assassinato de Bianca Mayara Wachholz

PUBLICIDADE

Foto: Redes Sociais

Everton Balbinott de Souza, de 31 anos foi denunciado pelo Ministério Público de Santa Catarina à Justiça, pelo assassinato da ex-namorada, Bianca Mayara Wachholz, de 29 anos, testemunhado pela mãe da vítima.

O suspeito respondera pelos artigos 121, §2o, incisos I, do Código Penal, e no art. 14 da Lei n. 10.826/03,

Se condenado pelo crime, ele poderá cumprir pena de 12 a 30 anos de reclusão.

O Portal Alexandre José, traz com exclusividade, um novo áudio que uma testemunha apresentou, onde Everton diz a uma amiga através de um aplicativo de comunicação: “É sério (…), eu matei ela, eu dei um tiro na cabeça dela.”

Na última semana, o Portal AlexandreJose.com trouxe com exclusividade um outro áudio enviado pelo suspeito a mesma amiga, onde ele confessava o assassinato da ex-namorada “eu matei a Bianca”, confira abaixo.

Nossa equipe também conversou com os pais da vítima, Sônia e Celso Wachholz. Muito abalados eles contaram como foram os últimos momentos perto da filha. A mãe descreveu com detalhes cada passo do assassino dentro da própria casa. Confira no vídeo abaixo.

Everton Balbinott de Souza, está preso desde sexta-feira (27/7). Na quarta-feira, dia 25, ele assassinou a ex-namorada Bianca Mayara Wachholz, de 29 anos. Os dois estavam juntos há cerca de um ano e, segundo testemunhas, ele não aceitava a separação.

Os pais de Bianca buscaram assistentes de acusação para auxiliar no caso. A equipe do advogado Alexandro Roberto Maba, explica quais serão os próximos passos. “Agora com o oferecimento da denúncia, iremos requerer nossa habilitação na ação penal, apresentar novas provas e buscar mais qualificadoras para aumentar a pena do acusado. Visto que existem ainda, mais provas contra o acusado e sua conduta.”

De acordo com as investigações, Everton já possuía um Boletim de Ocorrência em 2014 por Violência Doméstica. Conforme o documento, ele teria invadido a casa de uma ex-companheira, que conviveu durante nove anos, com uma arma em mãos. Ele teria ameaçado e, felizmente, a vítima conseguiu fugir. Tudo devidamente comprovado no Inquérito Policial.

PUBLICIDADE

 

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Ministério Público adita denúncia contra Everton Balbinott incluindo novos crimes – ALEXANDRE JOSÉ

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: