Crianças devem ser vacinadas contra poliomelite e sarampo

PUBLICIDADE

Foto: Marcelo Martins / Prefeitura de Blumenau

Crianças com mais de um ano e menos de cinco anos de idade devem ser imunizadas contra a poliomelite e o sarampo. A campanha nacional de vacinação começa em todo o país na próxima segunda-feira (06/8). Em Blumenau, as doses estarão disponíveis nos Ambulatórios Gerais (AGs) e postos de saúde com sala de vacina.

A recomendação do Ministério da Saúde é vacinar menores com idade entre um ano a quatro anos, 11 meses e 29 dias. Estima-se que em Blumenau haja 15.490 crianças nessa faixa etária. A meta é imunizar pelo menos 95% do público alvo até o último dia deste mês, quando termina a campanha. O “Dia D” de mobilização está marcado para 18 de agosto.

Durante este período, as famílias devem procurar o AG mais próximo da sua residência ou uma unidade de Estratégia Saúde da Família (ESF) com sala de vacina. É indispensável apresentar a caderneta de vacinação. Só estão dispensadas da imunização contra o sarampo, as crianças que receberam a vacina tríplice viral a menos de 30 dias. As demais, devem receber a dose.

Sobre as doenças

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, transmissível e extremamente contagiosa, podendo evoluir para complicações e causar a morte, particularmente em crianças desnutridas e menores de um ano. Atualmente, o Brasil enfrenta surtos em dois estados: Roraima e Amazonas, além de casos isolados no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Pará, Rondônia e São Paulo.

O caso mais recente da doença em Santa Catarina ocorreu em 2013, em Florianópolis. De acordo com a Vigilância Epidemiológica de Blumenau, o último registro de sarampo em Blumenau foi em 2003, de uma pessoa que contraiu a doença em outro local. Já a poliomelite está erradicada desde 1989, quando ocorreu o último registro no país.

Também chamada de polio, é uma doença infectocontagiosa viral aguda, caracterizada por um quadro de paralisia flácida, de início súbito. Acomete geralmente os membros inferiores, tendo como principal característica a flacidez muscular. A falta de saneamento, as más condições de moradia e a higiene pessoal precária são fatores que favorecem a transmissão.

PUBLICIDADE

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: