Início Esporte As ambiguidades de BEC e Metrô, por Emerson Luis

As ambiguidades de BEC e Metrô, por Emerson Luis

NO CAMINHO
Não foi uma atuação de encher os olhos, o time ainda precisa de alguns ajustes, como todo mundo, mas a apresentação do Metropolitano diante do Fluminense foi segura, vitória por 3 x 0 com propriedade, digna de um time que está se encaixando, ganhando cada vez mais confiança.

HUMILDADE
Se continuar nessa pegada, o Metrô tem tudo para estar entre os quatro melhores que vão brigar pelas duas vagas do acesso. Só não pode baixar a guarda e achar que está tudo certo e que o jogo da próxima quarta-feira (25) contra o Guarani, que luta contra o rebaixamento, vai ser moleza.

FOCO
Se jogar com seriedade e concentrado dá para conseguir naturalmente mais três valiosos pontos. Diante do Juventus, quando todo mundo apostava que o time iria embalar de vez (estava invicto há seis jogos), tropeçou diante de um adversário que tem oscilado demais, que não consegue se firmar na tabela. O Metrô não pode mais vacilar. Vou além: não pode mais perder.

PROJEÇÃO
Por falar em tabela, depois do Guarani serão dois jogos seguidos fora de casa: Camboriú e Barra. Na sequência, no Sesi, tendência de confronto direto pelo título do returno contra o Marcílio Dias e o clássico com o Blumenau.

DESFALQUES
A propósito, o BEC segurou o Marcílio Dias até os 38 minutos do segundo tempo, porém desfalcado dos zagueiros Alex e Richard e do volante Bruno Senna, que dão sustentação ao sistema defensivo, não conseguiu voltar de Itajaí com o empate. Os dois gols foram de bolas alçadas na área. Miller, o cara da criação, também não jogou, mas pode voltar na quarta-feira (25/7).

Foto: Leandro Izidoro / Especial Portal Alexandre José

GUERRA
Em Itaiópolis, o BEC faz o “jogo da vida” diante do Operário. Tem três pontos a mais na classificação (11 a 8) e com saldo superior (-14 contra -16). Um empate será muito bem-vindo.

DEPENDÊNCIA
Além do Operário, o Blumenau tem também a concorrência do Guarani, que tem um ponto a menos no geral (11 a 10). Além de fazer a sua parte, o BEC vai ser obrigado a torcer pelo Metrô essa semana.

INDEPENDÊNCIA
Fico imaginando como os times vão chegar na última rodada, no confronto derradeiro, dia 8 de agosto no Sesi. Talvez um dependa de uma vitória para se livrar do descenso e o outro precise fazer os três pontos para se garantir nas semifinais.

INSTABILIDADE
Viton tem um time e não um grupo efetivo. Não consegue manter um padrão, o mesmo nível na hora que tem desfalque ou olha para o banco. Um dos motivos de não conseguir emplacar duas vitórias seguidas por conta da falta de matéria-prima. Sem contar, (desculpem, mas não há como dissociar) as adversidades internas.

A LISTA

Até semana passada, o elenco do Blumenau contava com 33 jogadores. É muita gente para pouco aproveitamento em campo. Uma lista de dispensas com seis nomes estava pronta, foi inclusive motivo de racha (mais um) entre Associação Amigos do BEC e um membro do grupo interventor.

BARCA
Por ora, os diretores se acertaram e apenas dois atletas saíram (Lucas Campestrini, por conta da idade acima dos 23 anos, e Vinícius, que é muito jovem), mas foi suficiente para criar um climão. Pelas minhas contas ficaram 31. Ainda está inchado.

VERSÃO

A propósito, nada do que vem acontecendo é por acaso. Há sempre uma origem. Depois de um tempo, o ex-presidente reapareceu. Postou em sua página oficial do Facebook e encaminhou para a Imprensa blumenauense uma “carta aberta”, um desabafo. Trata-se da sua versão sobre os últimos acontecimentos, que reproduzo aqui, na íntegra. Wanderlei Laureth: Herói ou vilão?

Confira > Carta Aberta

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

Covid-19: Blumenau confirma cinco mortes e 376 casos nesta segunda-feira

Mais cinco mortes decorrentes do novo coronavírus foram confirmadas em Blumenau nesta segunda-feira (30). Entre as vítimas estão dois homens, de 83 e 57...

Saiba o que fazer se você não votou nem justificou o voto no 2º turno

Os eleitores de Blumenau que não compareceram às seções eleitorais neste domingo (29), no 2º turno das Eleições Municipais de 2020, têm até 60...

Hildebrandt é o prefeito de Blumenau eleito com a maior diferença percentual de votos

O prefeito eleito de Blumenau Mário Hildebrandt (Podemos) obteve a maior diferença percentual em relação ao segundo colocado desde 1988, quando o modelo de eleição...

Juíza de SC quer que criminosos indenizem suas vítimas pelos danos causados

A adoção de um novo modelo inclusivo da vítima de crime no processo criminal no país, com objetivo de aumentar os direitos fundamentais da...

Número de focos do mosquito da dengue em Blumenau cresceu 259% este ano

Dados divulgados pela Secretaria de Saúde de Blumenau (Semus) nesta segunda-feira (30) revelam que já foram identificados, desde início de 2020, um total de...