Início Esporte A teoria do amor na arquibancada, por Emerson Luis

A teoria do amor na arquibancada, por Emerson Luis

PREVISÃO
Fico imaginando o público que estará no Sesi neste sábado, às 15:10, no jogo entre Blumenau e Guarani. A partida, inclusive, será transmitida pela Record News ao vivo para todo o Estado em canal aberto e pelo Facebook.

APOIO
O incentivo do Grupo RIC valorizando a Série B é louvável. A visibilidade para os jogadores é mundial, por conta da Internet. Mas a gente sabe que essa facilidade também faz com que o torcedor de resultado fique em casa.

MATEMÁTICA
Se forem ao estádio os cerca de 350 torcedores que estiveram no clássico, o prejuízo não será tão grande. Seja BEC ou Metropolitano, qualquer um deles, precisa ter no mínimo mil pagantes para não sair no vermelho. Aluguel do Sesi e taxas da Federação custam aproximadamente R$20 mil.

TESE
Por isso discordo (baseado em números) quando dizem que o blumenauense ama futebol. Quando foi a última vez que o Sesi lotou? Foi contra a Chapecoense, no Estadual de 2017, quando a tragédia com o avião da Lamia ainda causava comoção.

FATO

Não tenho dúvida que metade do público não foi lá para acompanhar o bom momento do Metropolitano na época, e sim para ver alguns dos sobreviventes e o trabalho de reconstrução da Chape.

HISTÓRICO
Acompanho o futebol profissional de Blumenau desde 1990, quando comecei no rádio. A maioria só vai na boa. Tenho parentes e amigos que são assim e arrisco a dizer que não temos mil torcedores na cidade. Dos dois times. Como torcedor entende-se o cara que vai a campo faça chuva ou faça sol, um apaixonado pelo clube. O fanático, o sócio. Esses estão lá sempre, independente da colocação na tabela. São rostos conhecidos.

VITÓRIA
Evidente que o produto final do futebol é o resultado. Produz a reação em cadeia no dia-a-dia, nas conversas de boteco, nos churrascos das patotas, na mídia, na cidade…O grande problema é que nossos representantes não conseguem se firmar. Não ganham títulos de expressão.

PRÁTICA
O BEC, aliás, foi campeão da Série C. Wanderlei Laureth, na época presidente, tinha convicção que tudo seria diferente. Sabe o que mudou? Nada. Denúncias de irregularidades na sua administração e a briga interna com a Associação Amigos do BEC atrapalharam, é verdade. Mesmo assim, temos hoje menos gente na arquibancada do que ano passado.

CHANCE
Diante do Guarani, o Blumenau pode recuperar um pouco desse crédito. O resultado vai definir qual vai ser o destino desse time: lutar por uma das vagas das semifinais ou se manter, brigar pra não cair.

ÂNIMO
O Operário vai tirar ponto de muita gente em Itaiópolis. O Blumenau só tem dois pontos a mais do que o time de Mafra. Por isso tem de abrir o olho, voltar a vencer. Dar um motivo para que este grupo gestor – agora comandado por Carlos Alberto Seara Filho -, diretores e colaboradores não desanimem de vez.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

Prefeito Mário Hildrebrandt passará por procedimento cirúrgico nesta segunda-feira

Após consulta e avaliação médica realizada na tarde deste domingo (17) do quadro de saúde do prefeito Mário Hildrebrandt (Podemos), foi constatada a necessidade...

Covid-19: Blumenau registra 54 novos casos positivos neste domingo

Neste domingo (17), Blumenau registrou 54 novos casos da Covid-19. Destes, três pacientes foram por meio de teste tipo RT-PCR, dois por meio de...

Hemosc reforça a necessidade de doação de sangue na temporada de verão

O Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc) reforça a necessidade de doadores para manutenção dos estoques. Com a pandemia da Covid-19,...

Anvisa autoriza o uso emergencial das vacinas de Oxford e Coronavac no Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), autorizou neste domingo (17), por unanimidade, o uso emergencial das vacinas da Universidade de Oxford e da...

Assaltante esfaqueado em Pomerode já foi preso por homicídio, mas solto pela Justiça

Na madrugada deste domingo (17), um bandido foi esfaqueado pela vítima durante uma tentava de assalto, em Pomerode. Segundo o relato da morador à...