Polícia descobre que taxista inventou falso sequestro em Blumenau

PUBLICIDADE

Foto: Polícia Civil / Divulgação

A Polícia Civil, através da DIC – Divisão de Investigação Criminal, esclareceu o suposto sequestro de um taxista de Blumenau que aconteceu em fevereiro deste ano.

O crime gerou repercussão na cidade. Preocupados com o desaparecimento da vítima, os familiares chegaram até a procurar a imprensa. No dia 4 de fevereiro, o taxista de 62 anos apareceu e registrou Boletim de Ocorrência alegando ter sido vítima de sequestro por dois dias.

Segundo ele, dois homens e uma mulher o obrigaram a levá-los até o Estado do Paraná. Ele também informou que os criminosos roubaram dinheiro e o celular.

A Polícia Civil desconfiou da história mal contada e da dificuldade da vítima em comparecer na delegacia. O delegado Egídio Ferrari determinou diligências e, nesta segunda-feira (30/7) ao ser interrogado, o homem confessou que não houve crime.

Ele informou à Polícia que resolveu passar uns dias na casa de um parente no Paraná e não avisou os familiares em Blumenau. Para disfarçar a situação, ele inventou um sequestro.

O taxista vai responder um termo circunstanciado e por Comunicação Falsa de Crime, delito previsto no artigo 340 do Código Penal. A pena é de detenção de um a seis meses, ou multa.

PUBLICIDADE

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: